INFLUÊNCIA DOS CUSTOS DE CONTROLE NOS CUSTOS DAS FALHAS INTERNAS E EXTERNAS

Autores

  • Juliane Andressa Pavão
  • Simone Bernardes Voese Universidade Federal do Paraná
  • Reinaldo Rodrigues Camacho Universidade Estadual de Maringá

DOI:

https://doi.org/10.47179/abcustos.v15i3.582

Palavras-chave:

Custos da Qualidade. Prevenção. Avaliação. Falhas. Confecções.

Resumo

O estudo tem como objetivo analisar a influência de custos de prevenção e avaliação na redução de custos de falhas internas e externas no setor de confecções. Trata-se de um estudo quantitativo e descritivo, que teve como estratégia de pesquisa o levantamento e coleta de dados por meio de questionário. Obteve-se 121 respostas que foram analisadas por meio de Análise Fatorial Exploratória (AFE) e Regressão Linear Múltipla com bootstrapping. O principal achado da pesquisa foi que investir no treinamento de funcionários, na manutenção preventiva de máquinas e equipamentos, no desenvolvimento e auditar um sistema de qualidade, isso influencia na redução dos custos de falhas. Porém, a inspeção de materiais comprados e a avaliação da conservação dos materiais em estoque apresentaram comportamento significativo contrário, ocasionando assim, os custos de falhas. Conclui-se que, no setor de confecções, segundo a amostra investigada, os custos de prevenção auxiliam na redução das falhas, mas os custos de avaliação não apresentaram o mesmo comportamento, ressaltando a necessidade de mais pesquisas para compreender essa relação.

Biografia do Autor

Juliane Andressa Pavão

Possui graduação em Ciências Contábeis pela Universidade Estadual de Maringá (2013) e mestrado pelo Programa de Pós-Graduação em Ciências Contábeis (PCO) na Universidade Estadual de Maringá (2016). Atualmente é professora na Universidade Estadual de Maringá (UEM) e doutoranda do PPGCONT UFPR.

Downloads

Publicado

2020-12-31

Edição

Seção

Artigos e resenhas