ANÁLISE DOS SISTEMAS DE CONTROLES GERENCIAIS E A INTERFACE COM O CICLO DE VIDA DE UMA INDÚSTRIA DE ALIMENTOS

Autores

DOI:

https://doi.org/10.47179/abcustos.v15i3.597

Palavras-chave:

Ciclo de vida organizacional. Alavancas de controle. Empresas familiares.

Resumo

O tempo da transição nas empresas familiares pode motivar a utilização dos sistemas de controle gerencial (SCGs), pois um dos meios da empresa prolongar seu ciclo de vida nesses ambientes de extrema complexidade e incerteza é compreender a função desses tais sistemas. A pesquisa tem como objetivo analisar como ocorre a interface do uso dos SCGs com o ciclo de vida de uma indústria alimentícia. A pesquisa classifica-se como estudo de caso de caráter descritivo com uma abordagem qualitativa, realizado por meio de um questionário. Os resultados demonstram que a empresa está posicionada no nível de Maturidade, em seu ciclo de vida organizacional. A empresa possui uma gama de ferramentas pautadas nos SCGs, porém a maioria delas são utilizadas apenas pela alta gestão, não sendo difundidas para a utilização por outros stakeholders. Os resultados possibilitaram a construção de um diagnóstico e a sugestão de iniciativas de melhorias, sendo classificados no quadrante de Sistema de Controle Diagnóstico proposto, com oportunidades no desenvolvimento de Sistemas para Focar Busca e Atenção e estratégia de Sistemas para Formular e Implementar a Estratégia Competitiva.

Biografia do Autor

Willyam Carlos Pederssetti, Unochapecó

Administrador de empresas, Mestrando em Ciências Contábeis e Administração.

Silvana Dalmutt Kruger, Unochapecó

Doutora em Contabilidade pela UFSC.

Downloads

Publicado

2020-12-31

Edição

Seção

Artigos e resenhas